segunda-feira, novembro 16, 2009

A justiça que nós temos, bateu no fundo, sabemos

A justiça bateu no fundo
todos nós já o percebemos
carece dum golpe profundo
isso também o entendemos

O segredo de justiça
jamais foi respeitado
não existe essa permissa
mas isso é constatado

Vários processos em curso
cujo início da investigação
a violação no seu decurso
é uma séria constatação

Julgamentos em praça pública
são uma pratica recorrente
condenados pela opinião pública
num desrespeito evidente

Pelos eventuais arguidos
que as averiguações envolverem
são tratados por bandidos
mesmo que não o venham a ser

Os magistrados judiciais
são em parte os culpados
porque fornecem aos jornais
factos que são averiguados

Sem estarem comprovados
os julgamentos em praça pública
não perdoam são condenados
quando a justiça indulta

Os erros judiciais
que se registam anualmente
são as provas cabais
de que justiça está doente

Reformem-se os seus agentes
pois as Leis são para cumprir
se não sabem ser diligentes
deixem de andar a fingir

1 comentário:

Carmem L Vilanova disse...

Querido amigo, venho deixar-te meus habituais beijos, flores e muitos sorrisos para esta semana... que seja linda, como merecemos e esperamos... :o)

Eu Sei Que Vou Te Amar
Viver Integral