sábado, fevereiro 20, 2010

Ontem no programa Expresso da Meia Noite na SIC Notícias, ficou provado que o 1º. assassínio político de JS não resultou

Ontem para todos aqueles que ainda continuam com dúvidas sobre se efectivamente José Sócrates esteve envolvido no processo Freeport, através da afirmação de Eduardo Dâmaso um dos subdirectores do Correio da Manhã, podem ou pelos menos deveriam ficar com a certeza de que se tratou da 1ª. tentativa de assassínio político do 1º. ministro perpetrada pela direita com a conivência dos investigadores, nomeadamente a PJ. O processo está em fase de ultimação e nada se provou que José Sócrates tivesse nele estivesse envolvido pese embora toda a comunicação social tenha sido conivente nesta mais que provada tentativa de assassinato político. O mais grave nisto tudo é que ninguém vai ser responsabilizado por toda esta campanha e quem efectivamente ficou queimado perante a opinião pública foi o secretário-geral do partido socialista. E como a primeira tentativa de assassinato falhou a direita agora também apoiada pela esquerda, têm em curso a 2ª. tentativa que assenta apenas e só em matéria sobre a qual não tem para os principais responsáveis judiciais deste país qualquer relevância para sequer ser efectuado um inquérito. E por ninguém consegue calar estes arautos da verdade (da mentira) que não dispõem de provas para comprovar o que escrevem insinuando intenções que tão pouco se confirmaram, insistem diariamente numa atoarda que visa apenas e só o desgaste dum governo que tem legitimidade para governar e que foi sufragado recentemente num acto eleitoral livre e democrático, quando ainda decorria a tentativa de assassinato de José Sócrates através do anúncio pela comunicação social do seu envolvimento no caso Freeport.