quarta-feira, dezembro 05, 2007

Mais uma vez se prepara o governo para nos meter as mãos nos bolsos

Com o falso argumento da protecção ambiental, o governo prepara-se para lançar mais um imposto sobre os sacos de plásticos que nos são fornecidos gratuitamente pela maioria das cadeias de distribuição alimentar, qualquer coisa como 5 cêntimos ou seja em moeda antiga 10 escudos por cada saco. Obviamente que as cadeias de distribuição alimentar não irão estar dispostas a suportar um encargo destes, que por cada cliente, no caso de utilizar 10 sacos nas compras efectuadas se traduziria em 50 cêntimos.
Claro está que quem irá suportar mais este encargo se se vier a concretizar esta intenção do governo serão os clientes e nunca os comerciantes embora esse lixo continue a ter o mesmo tratamento que agora tem face à preocupação das autarquias responsáveis pela sua recolha e as soluções que encontrem para eliminarem os lixos domésticos através de aterros ditos sanitários e pelo sistema de queima, como o adoptado pelo autarca modelo de Oeiras, que através da lixeira de Trajouce e do cheiro nauseabundo dela proveniente nos entope com alguma frequência as nossas narinas.

2 comentários:

Bernardo Kolbl disse...

Normal, demasiado normal.

Emiele disse...

Não há dúvida que este tema veio bulir connosco! lém de mim já encontrei mais alguns blogger que tocaram aqui no assunto. Porque o que nos irrita é que de facto, pelo menos aqui em Lisboa, os ecopontos estão num desmazelo incrível, mas nós cada vez apanhamos com mais taxas!