sexta-feira, dezembro 14, 2007

A minha mensagem de Natal

Falta apenas uma semana
para festejarmos o Natal
muitos fazem-no na cama
onde estão a passar mal


O Natal dos Hospitais
serve-lhes de entretenimento
para o ano volta haver mais
nestes locais de acolhimento


Há que lembrar os sem abrigo
que dormem nas ruas da cidade
não é por opção tanto mendigo
numa vida de infelicidade


Os infortunados crescem
nesta nossa sociedade
num regime em que obedecem
ás regras da leviandade


Vou por isso terminar
esta minha intervenção
desejando um Feliz Natal
e com muita imaginação

3 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Meu amigo CValente
sempre, sempre a versejar
para lembrar toda a gente
que o mundo está a mudar.

Mas muda para pior
e, em vez de melhorar,
a amizade e o amor
são mais raros de encontrar.

Porém, neste espaço amigo
começo a acreditar
que há um porto de abrigo para quem o procurar.

Meu amigo CValente
continua a perseverar
pela justiça tão ausente
neste país a estagnar.

Mas encontrar-te meu amigo
é já para mim um presente
de um Natal que finalmente
insiste em nos procurar.

BOM NATAL

Tenho andado ausente por motivo de saúde de familiares e amigos próximos. Porém agora que "regressei", tenho no Silêncio Culpado um texto em que me identifico (nome e rosto) fazendo cair o tabu do Silêncio.

Me Hate disse...

Haverá nos dias que correm... de facto, Natal??????
E se o há... o que será??????

Vieira Calado disse...

Diz bem.
Em todo o seu (dela) esplendor...
E a menina de baixo, também...
Um abraço