quinta-feira, outubro 19, 2006

Alguns economistas deste País insistem em querer convencer-nos que o brutal aumento pretendido pela EDP se justifica

E alguns vão mais longe. São de opinião de que também a água deve aumentar de preço
porque o seu custo também está desajustado. Esta gente só pode estar a gozar connosco.
Então a água que é um bem público pertencente a todos nós, cuja exploração está entregue a entidades que do ponto de vista dos investimentos se limitam a instalar condutas de abastecimento, uma ou outra estação de tratamento que por sinal não funcionam muito bem a avaliar pela qualidade da água, cujos resultados de análise são tornados públicos, centrais elevatórias e pouco mais, a não ser o encargo com os salários dos trabalhadores e dos conselhos de administração, os senhores economistas são de opinião de que se justifica também aumentar o custo do metro cúbico de água quando afinal as entidades encarregadas do seu fornecimento são os principais responsáveis pelos desperdícios que se registam na via pública. E com tudo isto os carteiristas que operam no Metropolitano e demais transportes públicos é que são os gatunos que, quando apanhados vão parar a cadeia.

3 comentários:

Neo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Neo disse...

Uma visita a um belo blog :)
O constante aumento dos preços de bens necessarios e o muito fraco aumento dos salarios é um problema que se vem a agravar e sem fim à vista, tenho pena das pessoas mais carenciadas que passam por dificuldades que no nosso tempo actual são impensaveis.
Abraço e uma boa semana.

Sofocleto disse...

O aumento da água e da electricidade é perfeitamente justificado. Votámos neles, não foi? Colocámo-los lá, não foi? Aos testas de ferro dos grandes empreiteiros e dos bancos? Que se gabam de serem os mais «reformistas» da Europa. Sócrates, qualquer dia, está mais à direita que Blair.