segunda-feira, outubro 16, 2006

As filas de trânsito voltaram e com elas a diversidade do início dos horários de trabalho

Bastou registar-se apenas uma ligeira quebra no preço dos combustíveis face aos brutais
aumentos de que foram alvo para as filas de transito se voltarem a registar.
E embora no nosso País não seja praticada a diversidade de horários de trabalho, ela acaba por registar-se por força desta situação de filas constantes de automóveis para entrarem em Lisboa que só se diluem cerca das 11 horas da manhã.
Ora uma vez que o trânsito se volta a intensificar a partir das 18 horas, é caso para perguntar, haverá tanta gente a beneficiar de horário de trabalho reduzido, pois não me parece que quem chegue ao trabalho às 10 horas ou mesmo às 11 da manhã, consiga
cumpri-lo.
E depois admiram-se da afirmação constante da causa de falta de desenvolvimento do País. Não admira, alguns trabalhadores passam a maioria do tempo entalados em filas de trânsito em vez de estarem no seu local de trabalho a produzirem.

4 comentários:

Sofocleto disse...

O teletrabalho devia começar a ser incentivado. Muitas profissões não exigem mais do que um computador e telecomunicações. Para quê andar de um lado para o outro todos os dias? Uma reunião semanal ou quinzenal era suficiente.

augustoM disse...

Mas que bem que se está no carrito, ainda bem que há trânsito.
Sabes alguma coisa do Zeca Telhado?
Um abraço. Augusto

contradicoes disse...

Não sei mas também já manifestei a minha preocupação. Embora ele de quando em vez desaparecesse por uma temporada nunca o fez por um tão longo período. Espero bem que nada de grave lhe tenha acontecido. Um abraço do Raul

Paulo Sempre disse...

Infelizmente é a realidade! Há que rever a cidadania e falar também em cumprimento dos deveres dos trabalhadores.
Abraço
Paulo