terça-feira, maio 01, 2007

Bastonário da ordem dos médicos culpa o governo pela sua saída do SNS

Nem outra atitude seria de esperar deste líder desta corporação. De resto este senhor já nos habituou a este tipo de intervenção em defesa da sua corporação que congrega uma das classes profissionais mais privilegiadas deste país, muito embora queira fazer passar a mensagem de que o que os move não é o dinheiro, a realidade demonstra exactamente o contrário. De resto não existe ninguém acometido de doença que, recorrendo aos serviços dum profissional de saúde não constate isso mesmo, tendo por isso o senhor bastonário perdido uma excelente oportunidade de estar calado e não acusar o governo de responsável pela saída do médicos do serviço nacional de saúde para o sector privado, este muito apetecido face às remunerações que nele se estão a praticar. Esta é a verdadeira realidade da maioria dos profissionais inscritos na corporação que lidera.

2 comentários:

Opintas/Bernardo disse...

Gostei de muita coisa aqui escrita. Conciso e directo. A pensar.
Uma boa tarde.

Pedro disse...

O Governo deveria ir muito mais além na política de defesa e promoção do SNS. Por exemplo, não faz sentido nenhum que seja possível a um médico sair do SNS para o sector privado com licença sem vencimento até dez anos para depois reintegrar os quadros do SNS quando bem lhe apetecer...
E muito mais poderia ser dito sobre a situação que se vive nos hospitais públicos portugueses!