quarta-feira, maio 02, 2007

O abalo sísmico anunciado na CML, vai ter consequências imprevisíveis

O anúncio feito hoje pelo líder do PSD da falta de condições políticas para continuar a apoiar Carmona Rodrigues, vai implicar na realização de eleições intercalares apenas e só para a eventual substituição do elenco que presentemente faz parte da autarquia lisboeta, mantendo-se por isso todos os restantes orgãos. Esta é sem dúvida a segunda derrota pessoal de Marques Mendes depois de ter assumido a liderança do partido, uma vez ter apostado fortemente na candidatura de Carmona Rodrigues de cabeça de lista do PSD nas eleições autárquicas em que este saiu vencedor e este segundo desaire do líder do PSD pode não ser o último e não favorece a sua imagem nem interna nem externamente, dado que como nos lembramos a primeira derrota foi o apoio dado a Teresa Zambujo, cabeça de lista do partido para a autarquia de Oeiras, a qual se viu derrotada pelo candidato independente Isaltino de Morais, a quem os eleitores de Oeiras, maioritariamente escolheram para continuar a gerir esse concelho, mesmo sabendo-o envolvido num processo de averiguações no qual já foi constituído arguido.
Sabendo-se que o seu papel como líder do principal partido da oposição tem sido contestado por muitos dos seus correligionários, naturalmente que esta derrota pessoal se reflectirá no aumento dessa contestação e muito provavelmente assistiremos à realização dum congresso extraordinário para a sua substituição.

1 comentário:

Opintas/Bernardo disse...

Yep.
Boa noite e um abraço.