quinta-feira, agosto 28, 2008

Os magistrados judiciais estão de acordo com as propostas do PGR o que liás não é de estranhar

Tal qual o pão está de acordo em aceitar ser barrado com manteiga ou margarina, os juízes concordam com as propostas do PGR para combater a criminalidade violenta. Outra posição não seria de esperar tendo em vista a contestação que é feita pelos magistrados judiciais às medidas do governo sobretudo no que concerne à aprovação do novo Código do Processo Penal e que mereceu na altura o apoio a essa contestação por parte do PGR. Segundo o ex-bastonário da Ordem do Advogados Rogério Alves, o actual Código do Processo Penal é uma boa Lei e qualquer juiz em presença dum arguido que esteja indiciado na pratica dum crime grave pode-lhe ser aplicada a pena de prisão preventiva, não sendo por isso necessário alterar o actual Código. Estamos pois perante um braço de ferro entre o actual governo que já fez saber que não vai alterar a Lei e os magistrados judiciais que pretendem demonstrar não servir o mesmo para ser aplicada a pena de prisão preventiva. E os criminosos atentos ao facto dos magistrados judiciais estarem em guerra com o governo vão assaltando diariamente várias dependências bancárias, quase lembrando a época das FUP, em que este tipo de crime acontecia com uma enorme frequência envolvendo homicídios de inocentes apanhados no tiroteio que era utilizado pelos assaltantes.

1 comentário:

Carmem L Vilanova disse...

Querido amigo...
Deixei la no meu blog um desafio aos homens honestos... :o)
A ver, que te parece?
Beijos, flores e muitos sorrisos!