quinta-feira, junho 29, 2006

lazuli brinda-nos com este post que recomendo

Pois é o retrato quase fiel da sociedade em que hoje vivemos.
O amor é exactamente nos dias de hoje tratado como um
objecto de consumo e por vezes o seu prazo de validade é
tão curto que nem sequer pode ser previsto.

4 comentários:

Neo disse...

Um conceito do amor um pouco triste mas concordo. Sempre um prazer passar por aqui. Abraços

Fernanda disse...

Será que algum dia conheceu o
AMOR?
Amor é tanta coisa na VIDA...
Mts felecidades

Tons Pastel disse...

Infelizmente até o amor nos dias de hoje não é mais o que foi. Como qualquer produto é efémero, descartável e, por conseguinte, com um prazo de validade muito curto.
Um beijo

APC disse...

Nunca o prazo de validade do amor pôde ser previsto, e em muito advém daí o seu valor... Ontem, hoje, e, esperemos, amanhã; independenetemente de todas as diferenças que possamos evocar.
Que a todos ele vos calhe, com as contradições próprias daquilo que se não fosse imprevisível, indefinível e incontrolável, seria pouco.
:-)