quinta-feira, junho 07, 2007

Tudo ao sol e fé em Deus

Apesar das recomendações das entidades de saúde quando à perigosidade de exposição dos raios solares nesta altura, depois do almoço resolvi dar uma volta pelas praias de linha de Cascais e com espanto constatei que, sobretudo a de Carcavelos, estava repleta de banhistas e curiosamente com muito poucos chapéus de sol. Ou seja, não só a pessoas se estão borrifando para os conselhos dos responsáveis pela saúde em Portugal, quando à excessiva exposição aos raios solares, como nem sequer se protegem utilizando os chapéus de sol. Tenho sobre esta atitude de manifesta irresponsabilidade de alguns portugueses escrito que, muitas vezes são eles os causadores dos males a si próprios porque não acatam determinado tipo de recomendações através das quais poderiam evitar contrair enfermidades algumas das quais com gravidade. Estou-me a lembrar por exemplo, embora os técnicos de saúde venham recomendando evitar a ingestão continuada da comida fast-food, os locais onde a mesma é fornecida encontram-se habitualmente cheios de pessoas sobretudo ao fim de semana em que as chamadas donas de casa tiram a folga da confecção optam por comer fora. E ainda que alguns, não todos, apenas o façam esporadicamente não significa que não estejam a contribuir para por em risco a sua saúde e mais grave ainda a saúde de seus filhos alguns até de tenra idade. Têm sido transmitidos programas de televisão nos quais é abordada a problemática da obesidade nas crianças e os seus pais são na sua maioria os grandes responsáveis por esse tipo de situação. Mas depois vêm reclamar dos serviços de saúde soluções para problemas para os quais eles próprios contribuíram irresponsavelmente, mas exigem do SNS resposta para situações que eles poderiam ter evitado.

1 comentário:

Me Hate disse...

Oh carissimo, se ainda fosse MESMO tudo ao sol... Talvez ainda pudesse haver fé em deus agora assim... ... ... com bikinis e tal... ;)