sábado, junho 23, 2007

Face a muitas vantagens e poucos inconvenientes porque não optar-mos pela transformação para GPL no automóvel novo que queiramos adquirir

O Imposto Automóvel que vai entrar em vigor a partir do próximo mês de Julho, vai penalizar duma maneira geral todos os automóveis que funcionam a gasóleo ou a gasolina, com o falso argumento do Governo de aumentar a receita proveniente deste imposto, de que é preciso preservar o ambiente, esquecendo-se do que para aí vai em matéria de agressão ambiental provocada pelo sector industrial e agro-pecuário, que, com muita frequência é notícia por essa razão. Pois bem fui à procura dos inconvenientes e vantagens desta transformação para além obviamente do benefício fiscal que é significativo, como demonstro mais abaixo e encontrei este
esclarecimento:

Para além de todas estas vantagens a nível ambiental, o GPL apresenta ainda outros benefícios:

· é melhor para o motor, pois possui poucos componentes nocivos;

· Text Box:   Fig. 3 - Pistola de abastecimento (modelo Australiano)torna-se mais seguro em caso de acidente, uma vez que o reservatório de gás dificilmente explode;

· é mais silencioso;

· existem incentivos fiscais dos quais se destacam o retorno integral de IVA no caso dos transportes públicos;

· o custo do combustível é reduzido (devido à isenção de Imposto sobre Produtos Petrolíferos).

O uso de automóveis a GPL traz também alguns inconvenientes:

· este tipo de automóveis raramente vem de série (quando isso acontece, são modelos comerciais);

· não existe em todos os países: em Espanha, a utilização de GPL nos veículos ligeiros é proibida;

· o motor é um pouco menos potente;

· necessita de mais litros, cerca de 10% mais que a gasolina;

· nem todas as estações de serviço têm GPL (em Portugal existem cerca de 90 postos de abastecimento);

· o reservatório ocupa muito espaço na bagageira do veículo;

· é proibida a circulação de veículos movidos a GPL nalguns locais, como parques de estacionamento subterrâneos e alguns túneis, onde a fuga de gás é dificultada.

Foi obtido através deste site:
http://campus.fct.unl.pt/afr/ipa_9900/grupo0069_recnaturais/ipa2.htm
havendo muitas mais fontes de esclarecimento sobre esta matéria. É sabido que o comércio automóvel está muito pouco interessado neste tipo de alternativa mais económica para o consumidor porque face às vantagens que proporciona, prejudica-lhes o negócio na medida em que se o motor com o GPL passa a andar mais limpo as avarias provocadas pelos combustíveis
tradicionais, são menos frequentes logo, evita o deslocação mais frequente às oficinas dos concessionários das marcas para reparar avarias. E como é sabido o negócio não é só a venda dos automóveis, mas sim e principalmente o custo das reparações das viaturas nas oficinas dos concessionários das marcas.
Vejamos agora o benefício em termos do imposto automóvel da opção do carburante GPL tomando por base um automóvel com 1.800 cm3 de cilindrada, novo a sair do stand:
O valor actual do IA do veiculo ligeiro com 1598 cms a gasolina é de 6.583,92 €
Se optar-mos pelo GPL o IA passa a ser de 3.366,96 €, ou seja quase metade do
valor, logo aqui um ganho significativo. Mas não só isso. Embora como é acima referido o consumo do GPL aumenta em relação à gasolina, porque se verifica uma perda de potência, atendendo ao facto deste carburante ser francamente mais barato do que a gasolina, resulta numa maior vantagem para o utilizador. E quanto mais potente ou seja maior cilindrada tiver o automóvel maior é a vantagem uma vez que a perda de potência não é tão significativamente notado pelo automobilista.
Em conclusão:
É chegada a altura de, quem efectivamente não estiver disposto a patrocinar a Estado maior receita de Imposto Automóvel, optar por mandar transformar o automóvel que pretenda adquirir, antes do mesmo sair do stand, embora tal não seja muito bem aceite pelo concessionário da marca que o vende. Para grandes males grandes remédios, sim porque não me venham lá com as soluções da bicicleta porque ninguém viaja pelo país neste tipo de veículo.

1 comentário:

RB disse...

Parece simples...