quinta-feira, fevereiro 16, 2006

Televisão local, para quê

O jornalista da Sic Pedro Coelho na tese de
mestrado que apresentou sugere que deveriam existir
televisões locais para melhor acompanhamento dos
problemas das regiões. E esta tese teve honras de
noticiário, obviamente só na estação onde o mesmo
trabalha, porque efectivamente as restantes não lhe
reconheceram qualquer mérito na sugestão. De resto
veja-se o que aconteceu com a proliferação pelo País
das rádios locais, que não trouxeram para as localidades
onde as mesmas existem qualquer mais valia, vivendo
algumas graves dificuldades financeiras para continuarem
a sobreviverem tendo algumas das quais, face aos apoios
que recebem das autarquias, passado a ser um
instrumento de propaganda das mesmas, uma vez que a
publicidade continua a ser entrega às emissoras de
radiodifusão que possuem emissores regionais com uma
outra estrutura que as rádios locais alguma vez conseguiram.
Imaginemos o que seria amanhã aparecerem televisões
locais ou regionais a operarem no País. De resto a RTP 1
possui há largos anos, as RTP Regiões e muitas vezes pelo
conteúdo das matérias ali tratadas e de âmbito regional
verificamos que nenhuma das notícias nela tratadas
contribui para melhorar nem as condições de vida das
populações nem o desenvolvimento das regiões.

4 comentários:

Freddy disse...

Ninguém veria e não... Ainda se fosse em formato Malucos do Riso ou Regiões com Açúcar...

Marco disse...

Não se justifica, mas deu para uma tese de mestrado...

martelo disse...

não passará de um mero exercício estudantil do tal personagem? ou talvez protagonismo feito à pressa...

Zecatelhado disse...

Para quê? Para o erigir de mais umas quantas coutadas, não fosse isto o paraíso do couto.

Um @bração do
Zecatelhado