sábado, novembro 18, 2006

Santana Lopes não há maneira de se enxergar

O lançamento do seu livro que mereceu da comunicação social em geral e em particular das televisões, um destaque que nem o Nobel da Literatura,José Saramago consegue, talvez por não ser político falhado e intencionalmente promovido pelos media, está-lhe a merecer por parte de vários críticos as mais severas considerações, isto porque ele não se sabe enxergar por forma a compreender duma vez por todas que ele faz parte duma vasta casta de políticos falhados deste nosso País.
E não satisfeito com algumas críticas contundentes que lhe deveriam merecer o seu imediato silêncio anuncia a possibilidade de regressar à vida política activa. Com esta mais valia o PSD de certo voltará a ser um mobilizador do eleitorado, sobretudo aqueles que optarem por adquirir a sua mais recente obra literária e compreenderem que efectivamente ele foi uma vítima do sistema que era preciso eliminar, por ser temido na sua extravasante competência.

3 comentários:

Anónimo disse...

Quando penso que aquela criatura sonhava ser Presidente da República!!!!!
É mesmo o «não se enxergar»!

Pedro disse...

Santana Lopes escreve um livro que contribuirá para se fazer a História política de Portugal do ano 2004. Esperemos que Sampaio faça o mesmo e contribua para a História de Portugal. É que só confrontando as versões dos protagonistas se poderá saber o que de facto se passou no final de 2004!!!

Sofocleto disse...

Não suporto o Santana Lopes, mas a voz do Sócrates quando ele grita os seus "Nãããooooo, senhor deputado!!!", dá-me vontade de vomitar.