domingo, novembro 05, 2006

A situação na prisão de Pinheiro da Cruz em qualquer outro sítio já estaria resolvida

Estamos perante um sequestro perpetrado por dois reclusos perigosos um dos quais no cumprimento duma pena máxima de 25 anos. Problema fácil de resolver. Eles exigem a sua libertação em troca do sacerdote vitima do sequestro. Pois bem. Os responsáveis pela condução das negociações já poderiam ter resolvido o problema à várias horas.
Aceitavam as condições propostas pelos sequestradores e depois de libertado o sacerdote
tratavam de os por no lugar que merecem.

2 comentários:

augustoM disse...

Isso apolícia não quer, é na dificuldade que mostra a sua eficiência, mesmo que não exista inventa-se.
Um abraço. Augusto

Neo disse...

Nem respeito por um padre eles têm... coitado do homem deve ter apanhado um susto.
Abraços e boa semana.