quarta-feira, agosto 15, 2007

A festa no Pontal não correu bem nem correu mal

Marques Mendes atacou
na alocução que fez
o 1º. ministro, ele afirmou
foi o pior que alguma vez

Governou este país
no período da democracia
sentiu-se por isso feliz
com toda a sua energia

Este partido está dividido
isso é por demais evidente
mas o seu líder esteve contido
no ataque ao seu dissidente

Usam sempre esta táctica
para tentarem disfarçar
o que de forma enfática
existe na luta pelo lugar

Eram poucos os militantes
que participaram na festa
nada disto é a como dantes
no entusiasmo que empresta

O PS preencheu
o espaço deste partido
os erros que cometeu
reflectem-se no pouco alarido

7 comentários:

Nero disse...

Foi mais tipo circo.

PintoRibeiro disse...

Mas foi uma festa, foi...lolol.
Abraço.

Å®t Øf £övë disse...

Raul,
Prefiro mil vezes ler a politica que escreves em forma de poesia, do que os discursos longos e enfadonhos dos politicos.
Abraço.

PintoRibeiro disse...

Bfsemana, abraço.

leonoreta disse...

nao gostei do papel da comunicação a instigar a uma animosidade que nao existe nos politicos. eles sao todos amigos uns dos outros. o resto é campanha.
beijinhos

Vida disse...

O sereno cobre o manto verde da ilha, a suave brisa que percorre os campos espalha o incontido aroma doce das uvas que o sol tinge de carmesim, no tempo presa à ilha ficaste, tanto mar!

Beijinho

martelo disse...

não é com o Nodi que se safam