sexta-feira, dezembro 02, 2005

Cuba prende duas jornalistas européias
da Ansa


Duas jornalistas européias foram presas na cidade de Sancti
Spiritus, centro-leste de Cuba, ao lado do irmão de um
conhecido activista cubano. A denúncia foi feita pela Comissão
de Direitos Humanos e Reconciliação Nacional --grupo
humanitário que não é reconhecido por Havana.

Um relatório da comissão denunciou as detenções das jornalistas
Anna Bikont, da Polônia, e Nelly Norton, da Suíça, na noite
desta quinta-feira, perto de Sancti Spiritus, 348 quilômetros
ao leste de Havana, ao lado do ativista Gerardo Sánchez.

Outras fontes consultadas afirmam que Norton teria dupla
cidadania sueca-italiana. "Consideramos que foram três
prisões arbitrárias", afirmou o titular da Comissão, Elizardo
Sánchez, irmão do ativista preso.

As duas européias--que ingressaram no país com visto do
governo cubano-- "não chegaram a Cuba como jornalistas,
simplesmente queriam ver como as pessoas viviam no país".
"Elas estavam olhando a cidade e fazendo contatos com famílias
de jornalistas presos", afirmou o líder da ONG.

Havana desconhece a oposição-- considerada mercenária e
contra-revolucionária pelo governo cubano. Segundo Sánchez, as
três mulheres tiveram seus bens pessoais e documentos
confiscados e devem estar sendo transportadas para Havana.

O líder da oposição assegurou que seu irmão não ia para uma
missão com as jornalistas, mas estava apenas "servindo de guia
e acompanhante" às mulheres, que poderiam ser expostas a
"acções criminosas".

"Nas últimas semanas, ao menos dois turistas estrangeiros
foram assassinados para serem roubados", afirmou a Comissão
no comunicado emitido. As Embaixadas polonesas e suíça em
Havana estão acompanhando o caso. Recentemente, outros
jornalistas estrangeiros foram presos em Havana durante
uma cúpula organizada pela oposição na capital cubana.

Da Folha Online

É com estas atitudes que Fidel de Castro se vai enterrando mais
do ponto de vista dos direitos e liberdades que ele não consente
aos seus compatriotas.

4 comentários:

martelo disse...

um dia muda, pode não ser para melhor...mas, muda e vai ser quente.

Zecatelhado disse...

Com que então tem mais este blog e não avisas aqui o teu amigo?
Na próxima vez que nos encontrarmos vais pagá-las, ai isso é que vais!

Aquele Abração do
Zecatelhado

Lá vou eu fazer o link e publicitar isto.

Armando S. Sousa disse...

Tenho uma certa simpatia por Fidel, mas um homem inteligente como ele deveria saber que o mundo já não aceita estes atropelos aos direitos humanos à muitos anos.
E também que a ditadura é a pior maneira de governar um país.
Mudará apenas com a morte!
Um abraço.

contradicoes disse...

Sabes bem que tenho muita consideração por ti e por isso não interpretes isto como uma falta de consideração para com a tua pessoa. Não fiz qualquer referência à criação deste blog até porque só agora adquiriu o seu formato definitivo. Andei antes num período de ensaios, até optar por este visual. Por isso quando nos encontrarmos de novo o meu castigo é, em vez de beber
o vinha à refeição, beber água para a
afogar. Aquele abraço do Raul