sexta-feira, agosto 11, 2006

Está encontrada a desculpa para o erro do caos no aeroporto de Londres

Afinal a polícia paquistanesa forneceu dado errados à Scotland Yard, que levaram esta a cometer o excesso de zelo no aeroporto londrino que levou milhares de passageiros a quase a um ataque de nervos. Será assim e dentro de dias a desculpa que a polícia britânica apresentará para libertar os suspeitos detidos de actos de terrorismo que estavam a ser preparados com substâncias que poderiam ser confundidas com Gel ou Shampô mas que afinal não eram. E assim mais uma vez ficará provado tudo quanto nós, os bloggeres andamos a afirmar de que a administração Bush coadjuvada por Blair trazem o Mundo em constante sobressalto, mas vão conseguindo manter as condições necessárias para o escoamento a partir dos seus paises do material bélico que produzem.

3 comentários:

CORCUNDA disse...

Muito provável!

Å®t_Øf_£övë disse...

Este mundo é mesmo cheio de ... contradições!!!
A paz parece ser infelizmente uma utopia. Afinal quantos dias de completa paz teve o mundo???
Provavelmente nenhum...
As guerras sucedem-se ao longo dos tempos.
Abraço.

Macillum disse...

Vivemos a ilusão do Big Brother: somos governados por terroristas, assassinos que bombardeam os seus próprios países para culpar os muçulmanos e justificar uma guerra baseada na ganância pelo ter e pelo poder.
Alertas de ataques eminentes, tensão de uma guerra eminente por parte de um inimigo invisível, longínquo e ao mesmo tempo, bastante próximo, propagação da desconfiança popular em relação aos islâmicos, tudo isto e mais algumas coisas estão a preparar o quê?
Peço a Deus, ou a Alá, ou a Buda (talvez seja melhor pedir às divindades todas que estão espalhadas pelo mundo) que protejam os muçulmanos que estão em países europeus nos tempos que estão por vir (já para não falar dos muçulmanos em países muçulmanos, dos africanos, dos sul-americanos, etc.): estalando uma 3ª guerra mundial, será que grupos como os de extrema-direita, os neo-nazis, os nacionalistas, os racistas sem "logia", os preconceituosos, os estúpidos e os ignorantes... será que estes grupos vão enlouquecer e começar a atacar os muçulmanos que residam na Europa?
Parte das intensões desta nova ordem mundial é expulsar os não-europeus para os países de onde estes vieram - os países da América do Sul, de África, do Médio Oriente e da Ásia - tal e qual como já vem acontecendo em países como a Holanda.
Os inavsores de outrora, são hoje invadidos por aqueles que invadiram: a isto é o que, em budismo, se chama de "karma": colhes hoje o que plantàs-te ontem.
Em futuro próximo - e caso não venha a acontecer um autêntico milagre que volte as coisas ao contrário - reduzida, em muito, a população europeia, sobrarão os operários europeus, os pobres europeus, que garantirão o funcionamento da máquina dictatorial em postos onde as máquinas ainda não consigam ser eficientes, garantindo, assim, uma vida, tecnologicamente, de luxo aos eleitos economicamente... mas... isto não está já a acontecer? Não existem já paraísos habitacionais, autênticas ilhas urbanas, lá para os lados do Estorial e de Cascais? Ou na costa algarvia? E quem garante o bom funcionamento do nível de vida que esses outros, os de bolsos e barriga cheios, senão a classe operária, os pobres que eles tanto abominam? A comida em que chafurdam, a roupa que pavoneiam, os carros com que se afirmam, a limpeza da casa, o fornecimento de água, electricidade, de gás... não usufruem "eles" de tudo isto porque existe uma mão-de-obra operária a trabalhar para tal, sendo que muitos destes operários, nem europeus são?
Contruir paraísos para a elite dominante (quantos serão "eles"? 1 milhão? 2 milhões?).
Segurança máxima em toda a Europa, justificada pelo inimigo invisível; garantida através do microchip implantável em humanos (VERICHIP) que cada europeu transportará em suas mãos, ou braços; controle tecnológico absoluto sobre cada humano, animal, mercadoria, tudo identificado por um código-base comum e ligado a uma mesma central de informação... talvez o Linux seja o que mais perto esteja de sopurtar tal epopeia.
Antes disto ser alcançado, o alerta de mais supostos ataques islâmicos à Europa e aos E.U.A. ainda acontecerão... talvez, para garantir que os níveis de medo e sujeição entre a população não baixem, talvez ainda venham a acontecer o rebentamento de bombas nas metrópoles europeias... acredito que levadas a cabo pelas mesmas forças que executaram o 9/11.