terça-feira, agosto 01, 2006

A palhaçada que foi a reunião da UE, a qual não contribuiu minimamente para ajudar a resolver o conflito

Os pseudo-esforços da UE para resolver o conflito no Líbano, traduziu-se numa autêntica palhaçada tal qual os esforços levados a cabo por Condelezza Rice, que tiveram os mesmos resultados. E isto porque efectivamente da comunidade internacional, ao nível dos representantes das Nações não tem havido vontade de sancionar Israel por esta invasão e os brutais bombardeamentos a que tem sujeito o povo libanês. Os EUA e Israel conseguiram convencer a UE e não só, através de propaganda continuada de que senão fossem tomadas estas medidas, em breve o Hesbollah atacaria o estado judaico e as consequências seriam muito graves. Para evitar que isso acontecesse Israel baseado num falso argumento que acabou por ser aceite pela comunidade internacional, com vista a recuperar os seus soldados raptados, já destruiram quase totalmente o Sul do Líbano e foram já contadas mais de 800 vítimas civis. Muito naturalmente com esta posição de passividade da UE, será muito natural que quando os bombardeamentos ao Líbano terminarem e Israel se retirar, quando o movimento Hesbollah se refizer, comecem a acontecer pela Europa, atentados suícidas em retaliação à atitude hipócrita dos estados que integram a UE, face à invasão de que foram alvo.

1 comentário:

lazuli disse...

a carneirada do costume, já era de prever.