quarta-feira, janeiro 24, 2007

Isto não passou duma mera coincidência

Como se sabe a busca que foi hoje efectuada a várias instalações pertencentes ao município de Lisboa, aconteceu face à denuncia feita pelo vereador do BE Sá Fernandes. Curiosamente foi assaltada a casa de seu irmão Ricardo, que foi quem comunicou ao vereador ter sido instado por um representante da Braga Parques para se calar sobre o negócio dos terrenos onde funcionava a antiga Feira Popular. A máfia na Itália não faria melhor. Surpreendente é a reacção de Carmona Rodrigues ao tentar querer convencer-nos de que está absolutamente fora desta negociata ou seja ter proporcionado à Braga Parques, adquirir aqueles terrenos abaixo do seu real valor, com manifesto prejuízo da autarquia.

3 comentários:

O Politicopata disse...

Eu cá já não digo nada... Já me disseram que a Gabriela Seara se ia demitir nas próximas horas, que vão ser constituídos mais arguídos, não sei...
Tudo isto é demasiado mau para ser verdade!

martelo disse...

claro que são os "alfacinhas" que pagam os calotes ao munic´pio... e até parece a "crónica dos bons malandros"...

Emiele disse...

Não acho nada que «seja demasiado mau para ser verdade» como pensa o Politicopata. Acredito que se arregaçarem as mangas e se deitarem ao trabalho, nesta Câmara vai apanhar-se da maior corrupção que por aí anda. O Sá Fernandes anda cansado de batalhar nisso - vamos ver essa história dos terrenos da Feira Popular como vai acabar! Quando foram os debates antes das eleições, o Carmona desconversava sempre que se falava no assunto. Ou ironicamente dava a entender que o outro era um tontinho. Estamos a ver. E a ‘sorte’ foi terem sido tão estúpidos que se meteram com este, não fosse isso e tudo continuaria em branca nuvem, sem se conseguir um pretexto para estas investigações.