sexta-feira, novembro 16, 2007

Já uma vez abordei esta questão e julgo pertinente voltar a abordá-la

O projecto do famoso arquitecto norte-americano Frank Gehry, que custou 2,5 milhões de euros e foi encomendado por Santana Lopes vai ficar na história do município como um dos maiores disparates do vasto curriculum da irresponsabilidade deste autarca então à frente dos destinos de Lisboa.
Tal como anteriormente abordei julgo que deveria haver um instrumento legal através do qual fosse possível pedir responsabilidades a indivíduos que no exercício de cargos políticos cometessem graves erros de gestão dos dinheiros públicos e obviamente serem criminalizados por os terem praticado. Mas tal jamais será possível neste País em que são os próprios militantes dos partidos na qualidade de deputados quando eleitos para o efeito aprovam a legislação que regula o funcionamento e por isso não iriam nunca aprovar um diploma em que os visados fossem eles próprios.

1 comentário:

Me Hate disse...

Tenho uma nova exposição... se quiserem divulgar copiem deste blog e coloquem no vosso blog, obrigada: http://www.oblogquetevequeternome.blogspot.com/