terça-feira, abril 25, 2006

O discurso de Telmo Correia foi de um
reaccionarismo surpreendente


Desde quando algum militante do CDS/PP, contribuíu para
a concretização da democracia em Portugal e quais foram
os seus militantes anti-fascistas que lutaram contra a
ditadura que merecessem ser destacados nesta sessão
parlamentar de invocação do 25 de Abril. Quando será que
está gente passará a ter a noção do ridículo.

4 comentários:

augustoM disse...

Quando é que um ridículo assume que o é? Algum louco já disse que o era?
Dantes andavam calados, mas agora é para todos verem e ouvirem. Será o discurso da vitória? ou o zé povinho já os perdeu. Que dia é hoje? é bom não esquecer o que poderá acontecer.
Um abraço. Augusto

zecadanau disse...

Nunca. A raiva à liberdade estala nesta data a estes tipos.

Um @bração do
Zeca da Nau

Popper disse...

25 de Abril sempre. A liberdade passou por aqui. Um abraço.

Júlia Coutinho disse...

Querido Raul,

Um forte abraço de Liberdade nesta data Libertadora!
Ontem estava exausta...
Ainda bem que não ouvi o Telmo Correia, mas já me disseram que foi do piorio. Em contrapartida ainda existem gestos belos como o do Presidente da AR a saudar os militares de Abril.
E cá vamos fazendo o que podemos para isto não descambar mais...