sábado, abril 01, 2006

Toshiba sai na frente e lança aparelho para
HD-DVD


A empresa japonesa Toshiba se antecipou em relação a
sua principal concorrente no setor de imagem, a também
japonesa Sony, e lançou hoje o primeiro modelo de uma
nova geração de aparelhos de DVD, o HD-XA1, baseado
no formato HD-DVD.

O novo leitor de DVD chegou hoje ao mercado japonês, com
a expectativa de vender de 60 a 70 mil unidades em um ano.
O preço nas lojas é de 110 mil ienes (US$ 936).

Nos próximos meses, a Toshiba deverá lançar uma série
de computadores pessoais com a sua nova tecnologia.
Segundo a empresa, o sistema oferece imagem digital com
uma qualidade superior à de qualquer outro formato
existente no mercado.

Yoshihide Fujii, vice-presidente da Toshiba, disse hoje em
entrevista coletiva que sua empresa vai vencer a guerra
contra a Sony. Ele ressaltou a qualidade superior do
HD-DVD, em comparação com a tecnologia Blu-ray da
concorrente.

A capacidade máxima dos discos HD-DVD é de 30 GB. Os
de Blu-ray, que começam com 25 GB, podem chegar a 50
GB --para isso, no entanto, precisariam ser fabricados
com uma tecnologia mais avançada, com maior custo.
A Sony deve lançar seus novos aparelhos em maio.

"Nossa tecnologia HD-DVD é superior à Blu-ray em todos
os aspectos", afirmou Fujii. Ele prevê que até o fim do ano
o mercado deverá ter escolhido o formato vencedor.

A Toshiba informou que o aparelho de HD-DVD começará
a ser vendido nos Estados Unidos em abril, quando
também serão lançados os primeiros filmes da Warner
Home Video compatíveis com este formato.

A tecnologia da Toshiba, desenvolvida com a cooperação
da NEC, e a de Sony, em colaboração com a Matsushita,
são incompatíveis. As duas empresas agora buscam o
apoio dos principais produtores de conteúdos da indústria
audiovisual mundial para vencer a guerra pelo mercado.

Assim, a Toshiba conta com o apoio da Paramount Pictures,
Universal Pictures, New Line Cinema e Warner Brothers,
além da Microsoft, que incorpora a tecnologia HD-DVD ao
console de videogame Xbox 360.

A Sony responde com o lançamento, em novembro, do
console PlayStation 3. Na área do cinema, está aliada a Sony
Pictures, Fox Films e Metro Goldwyn Mayer.

da Efe, em Tóquio

O avanço tecnológico está imparável e ainda bem.
Nós saudamos tudo quanto nesta área possa
melhorar a sua funcionalidade.

1 comentário:

Sofocleto disse...

O paradoxo está no facto de quanto mais desenvolvida está a tecnologia (que dá saltos todos os dias) e portanto quanto maior é a capacidade de produção, mais aumenta a pobreza e a exclusão social. Algo está profundamente errado nesta mecânica.